• Associação Mawon

3ª Edição Empregadorismo - programa de apoio a integração econômica de migrantes

Atualizado: Set 16

A Associação Mawon lançou, em 1º de setembro, a 3ª Edição do projeto Empregadorismo, para impulsionar ou ajudar a desenvolver empreendimentos de venezuelanos e migrantes de outros países vizinhos ao Brasil. A iniciativa faz parte do Projeto Oportunidades, desenvolvido pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), com financiamento da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

Foram selecionados 40 migrantes, entre pessoas que já tinham negócios e potenciais empreendedores, que ao longo de quatro meses terão acesso a um conteúdo pedagógico intensivo, combinando sessões teóricas e aulas práticas com mentorias individuais lideradas por profissionais parceiros, em formato virtual e 100% gratuito. Do total de participantes do projeto, 60% são mulheres e 83% vieram da Venezuela, mas há também migrantes da Argentina, Chile, Colômbia, Cuba, Haiti e Peru.

Para a venezuelana Ilvimar Martínez, professora de Educação Física, o programa fornecerá as ferramentas necessárias para ela conseguir estruturar e alavancar seu projeto de exercícios funcionais em casa. “Estou muito animada por participar desse projeto maravilhoso, eu tenho certeza que vai ser muito produtivo para todos. Agradeço a oportunidade”, Ilvimar comenta durante a aula inaugural do programa.

A estrutura pedagógica do programa foi elaborada pela organização Novos Líderes Empreendedores, que preparou um conteúdo exclusivo, combinando abordagem cultural com conhecimentos e ferramentas do empreendedorismo como: marketing, RH, gestão de projetos, precificação e contabilidade, entre outros. As temáticas das aulas acompanham um material de apoio, no qual os migrantes fazem exercícios para fixar o conteúdo exposto e discutem com os respectivos mentores as formas de aplicar esse conhecimento na prática do seu negócio.

"Empreender no Brasil não é fácil, mas acreditamos na educação como ferramenta de celeridade para o desenvolvimento dos negócios e projetos de vida", explica Natale Papa, diretor da ONG Novos Líderes Empreendedores. “Selecionamos professores cariocas de grandes universidades que entendem de perto a dinâmica do mercado do Rio de Janeiro e conseguem fornecer um "caminho das pedras". A educação traz fluidez para os processos de desenvolvimento socioeconômico no Rio De Janeiro."


Ao final do curso, os migrantes estarão prontos para defender seu Plano de Negócio frente aos demais participantes e de um júri formado por especialistas do ecossistema empreendedor no Rio de Janeiro, em uma apresentação em formato de pitch.


"Essa parceria com a Mawon oferece oportunidades importantes para as mulheres e os homens migrantes que vivem no Rio de Janeiro, sobretudo nestes tempos desafiadores de pandemia. A OIM entende que o apoio ao empreendedorismo é uma das vias mais eficazes para impulsionar a geração de renda dessa população, fortalecendo sua integração econômica e, consequentemente, sua autonomia no Brasil." Comenta Michelle Barron, gestora do Projeto Oportunidades na OIM.

Para impulsionar os negócios participantes, cada participante receberá capital semente no valor de R$ 1 mil, desde que cumpra os pré-requisitos de presença e realização das tarefas. Além disso, na cerimônia final, serão distribuídos R$ 15 mil em prêmios para os cinco melhores modelos de negócio, e todos terão seus empreendimentos expostos na vitrine virtual do programa, ampliando a visibilidade e o volume de vendas dos negócios.





40 selecionados para a 3ed do Empregadorismo

A equipe de articulação é composta por brasileiros e migrantes, incluindo venezuelanos, sob a coordenação do haitiano Robert Montinard. "Este projeto chega em ótimo momento”, celebra o presidente da Associação Mawon. "Precisamos de soluções que vão além de medidas de assistência, precisamos de ações que gerem renda, que integrem a população migrante na sociedade brasileira. A 3ª edição do projeto Empreendedorismo se inicia como uma saída para as famílias de migrantes que foram muito atingidas na pandemia. Assim, quem sabe, recuperamos a esperança de dias melhores daqueles que escolheram o Rio de Janeiro como sua nova casa."

Conheça o perfil dos participantes do programa

Saiba mais sobre o projeto em: mawon.org/empregadorismo


10 visualizações